VOLTAR
Blogues
Evolução da liderança num mundo pós-COVID: O significado da liderança situacional

Evolução da liderança
num mundo pós-COVID:
O significado da liderança situacional

Por Kingsley Gate
Ícone de deslocação do rato
novembro 2023

O mundo transformou-se significativamente nos últimos três anos desde o surto da pandemia da COVID-19. A crise global obrigou as organizações a adaptarem-se rapidamente ao trabalho remoto, aos avanços tecnológicos e à mudança de comportamentos dos consumidores. Neste contexto, as abordagens de liderança também sofreram uma mudança de paradigma, com a liderança situacional a emergir como uma abordagem crítica para orientar as empresas através da incerteza e da mudança.

O Modelo de Liderança Situacional

A liderança situacional é uma abordagem de liderança flexível que privilegia a adaptação estilos de liderança que se adaptam às necessidades específicas de indivíduos ou equipas com base no seu grau de preparação e no contexto da situação. No contexto de um mundo pós-COVID, onde a imprevisibilidade e as mudanças rápidas são a norma, a aplicação da liderança situacional é mais pertinente do que nunca. Os líderes que passam da liderança diretiva para o coaching, o apoio ou a delegação, conforme necessário, fomentam a resiliência e promovem a inovação.

Os CEO/CXO começarão também a desenvolver relações com outros líderes de sucesso para inovar abertamente ideias criativas que os ajudem a repensar a liderança e o funcionamento das suas empresas.
Glenn de GruySócio Sénior da Kingsley Gate

Cultivar o envolvimento e a capacitação dos funcionários

Uma das lições fundamentais da pandemia é a importância do bem-estar e do empenho dos trabalhadores. A liderança situacional reconhece que nem todos os membros da equipa estão no mesmo lugar ou podem estar no mesmo sítio. Alguns podem prosperar em ambientes remotos, enquanto outros se debatem com o isolamento. Por adaptação abordagens de liderança para as necessidades individuais, os líderes podem capacitar os empregados para darem o seu melhor e sentirem-se valorizados, aumentando o empenhamento geral e a satisfação no trabalho.

Abordar a diversidade e a inclusão

Uma outra faceta que está a ganhar destaque é a liderança transformacional diversificada. A diversidade não será um mero desejo, mas uma obrigação. As empresas que adoptarem líderes diversificados e inclusivos, que sejam flexíveis, ágeis e que aceitem a mudança, sairão vencedoras. As empresas também abrirão as suas portas a talentos externos mais do que nunca. Esta mudança acrescentará mais valor ao sector da pesquisa de executivos, uma vez que reforçará a sua posição como intermediário entre o cliente e a reserva de talentos.
Buster Houchins, Fundador e membro do Conselho de Administração da Kingsley Gate
A diversidade e a inclusão ganharam uma importância significativa na era pós-COVID. Os líderes devem salientar a importância de reconhecer e celebrar as diferenças individuais. Os líderes que adoptam Esta abordagem pode criar um ambiente inclusivo onde perspectivas diversas são valorizadas e aproveitadas para estimular a criatividade e a inovação. Esta abordagem incentiva os líderes a adaptarem os seus estilos de comunicação e estilos de gestão para acomodar diferentes origens e perspectivas.

Navegar nas transformações tecnológicas

A pandemia acelerou a adoção de tecnologia em todos os sectores. Atualmente, assistimos à automatização de todos os processos manuais, transformando-os em novos sistemas, dando prioridade à qualidade em detrimento da quantidade. A tecnologia em nuvem substituiu a tradicional sala de arquivos e surgiram novos modelos de contrato centrados em projectos.

Esta dependência da tecnologia levou à necessidade de preparar as nossas organizações para o futuro. Isto significa integrar talentos com experiência em tecnologia, trabalho remoto, comunicações e negócios, e negócios. A liderança situacional reconhece que os diferentes membros da equipa podem ter diferentes graus de de proficiência tecnológica. Os líderes que compreendem estas disparidades podem fornecer apoio e formação direccionados, assegurando que todos os membros da equipa tenham acesso à tecnologia. e formação, garantindo que todos os membros da equipa estão equipados para contribuir eficazmente num local de trabalho cada vez mais num local de trabalho cada vez mais digital.

Liderança resiliente em situações de crise

A capacidade de liderar eficazmente durante uma crise é uma caraterística da liderança situacional. Esta abordagem permite aos líderes dar uma direção clara quando necessário, oferecer apoio durante apoio nos momentos difíceis e delegar responsabilidades à medida que a situação se estabiliza. Ao estar sintonizado às necessidades em constante mudança da organização e dos seus colaboradores, os líderes podem enfrentar as crises com resiliência e confiança.
Há e haverá necessidade de verdadeiros agentes de mudança estratégica que saibam liderar em tempos de crise e aplicar competências de solução criativa para desafios organizacionais e empresariais únicos (nunca antes vistos) e complexos.
Mike Bergen, Líder da Região da América do Norte e Líder da Prática Global de RH na Kingsley Gate

Liderança situacional: O caminho a seguir

Três anos após o início da pandemia, o panorama empresarial evoluiu significativamente, tal como o conceito de liderança. A liderança situacional, com a sua ênfase na adaptabilidade, empatia e abordagens individualizadas, surgiu como uma estrutura vital para orientar as organizações em tempos de incerteza.

À medida que os líderes continuam a navegar em circunstâncias em mudança, adotar a liderança situacional é fundamental para promover a inovação, a inclusão e a resiliência face aos desafios contínuos. A Kingsley Gate compreende este facto. A nossa experiência na identificação de talentos de liderança de alto nível pode melhorar o seu percurso rumo à excelência organizacional. Ao centrar-se tomada de decisões como a principal lente para identificar, avaliar e selecionar líderes executivos excepcionais, asseguramos que o sucesso da sua organização continua a ser o nosso principal objetivo.

Com um historial de sucesso na assistência a mais de 1700 organizações clientes na contratação e integração de executivos com poder de decisão em diversos sectores, funções e mercados, Kingsley Gate tem demonstrado consistentemente a capacidade de identificar líderes excepcionais que impulsionam o desempenho. Com sede em Nova Iorque e a operar globalmente desde 2015, os nossos consultores trazem uma vasta experiência e conhecimentos, assegurando que as organizações podem atrair e reter os melhores talentos para as suas posições de liderança.

Saiba mais sobre os nossos serviços transformadores. Fale hoje com um dos nossos especialistas!

Descarregar o relatório sobre "Liderança num mundo pós-pandémico: O que é que se segue?"
pt_PT_ao90PT